Equatorial esclarece procedimento para realizar o corte de energia
24 de setembro de 2019 Notícias Arthur Otávio Florentino de Lima

A suspensão do fornecimento só ocorre após prazo informado no reaviso

Energia elétrica, além de ser um serviço essencial, é sinônimo de conforto. Por meio dela, conseguimos usar equipamentos eletrônicos como o celular, tomar um banho quente e refrescar o ambiente ao utilizar um ventilador ou ar-condicionado. Entretanto, não há situação mais incômoda do que ter serviço interrompido por atraso do pagamento. Para evitar ser surpreendido por um corte de energia, a Equatorial Energia Alagoas esclarece como funciona o procedimento para que seja realizada a suspensão do fornecimento.

O corte de energia por inadimplemento é realizado de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), dispostos nos artigos 172 e 173 da resolução 414. A partir de uma conta em atraso já é possível ter a energia cortada pela Equatorial. Porém, antes da suspensão, é enviado um reaviso de débito informando a conta vencida e o prazo da interrupção. Essa notificação pode ser enviada na fatura do cliente, no campo “Notificação de reaviso de vencimento/mensagem” ou por meio de um comunicado avulso. Recentemente, a distribuidora implantou a Visita de Relacionamento, onde uma das ações é informar ao cliente a existência de fatura pendente, dando uma nova oportunidade de pagamento antes da suspensão do fornecimento elétrico. O corte da energia só ocorre após o prazo informado no reaviso.

O gerente Comercial da Equatorial, Maycon Keydell, orienta que se ao receber o reaviso, o cliente estiver com a conta paga anterior a emissão do mesmo, é preciso se dirigir até uma agência de atendimento da companhia e apresentar o comprovante de pagamento para que seja feita a baixa da fatura. “Muitas vezes a conta não é baixada por algum erro, como ao digitar o código de barras na hora do pagamento. Qualquer digito diferente impede o sistema de reconhecer e efetivar a quitação do cliente. É importante também que o cliente fique atento ao documento emitido pelo banco, apenas o comprovante de pagamento é a garantia de regularização do débito, diferente do comprovante de agendamento que depende da existência de saldo na conta para que a transação seja efetivada e não serve como documento comprovativo”, informa Maycon.

Keydell lembra ainda que a equipe ao chegar no imóvel para realizar o corte não pode esperar o consumidor ir pagar a conta. Para evitar a suspensão do serviço é preciso apresentar na hora as faturas pagas para os técnicos da distribuidora. “As equipes saem diariamente com uma quantidade de serviços, não sendo possível aguardar o cliente se dirigir a um banco ou lotérica para efetuar o pagamento. Sem a apresentação do comprovante de pagamento, o corte é efetivado”, esclarece o gerente.

Os clientes podem consultar os débitos pendentes no site www.equatorialalagoas.com.br. Em caso de corte, a religação pode ser solicitada na Central de Atendimento, através do telefone 0800 082 0196. O prazo para restabelecimento do serviço é de até 24h e é preciso apresentar as faturas pagas para os técnicos da companhia.

Estar adimplente com as contas de energia em dia evita a suspensão no fornecimento, a inscrição nos órgãos de proteção ao crédito como Serasa e SPC, além de possibilitar o cliente de participar das campanhas da distribuidora como a troca de lâmpadas e o sorteio de geladeiras.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia Alagoas