Equatorial Alagoas confirma parceria com a Uncisal
15 de maio de 2019 Notícias Arthur Otávio Florentino de Lima

Programa de Eficientização da Equatorial Alagoas vai implantar usina fotovoltaica na Universidade

A Equatorial Energia Alagoas vai implantar um sistema de energia solar na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, Uncisal, além de trocar lâmpadas e ar condicionados da sede da Universidade, assim ficou firmado na última segunda-feira, 13, em reunião na sede da Companhia.

Da Uncisal, estiveram presentes o reitor, Henrique Costa, a vice-reitora, Ilka Soares, o pró-reitor, George Souza, e o economista, Tenório Gameira; além  dos representantes da Equatorial Energia Alagoas, o presidente, Humberto Soares, e os gerentes da distribuidora, Carlos Morais e Marcelo Ximenes, e o engenheiro eletricista, Edmilson Santos.

Para o reitor, o professor Henrique Costa, esse investimento feito pela Equatorial vai beneficiar toda a Uncisal, incluindo o complexo da rede de atendimento médico, pois haverá uma redução significativa no consumo de energia elétrica e esses recursos poderão ser revertidos para atender outras necessidades da instituição.

“Esse contato foi muito importante, porque mostra que há um compromisso da empresa. Essa reunião foi a garantia que vamos continuar com o projeto.”, afirmou o reitor.

A elaboração do projeto encontra-se em fase final, faltando apenas alguns detalhes técnicos para o início das obras de instalação da usina fotovoltaica. Essa usina vai utilizar energia solar para conversão em energia elétrica, o que deve gerar um impacto bastante positivo nas contas da Uncisal e, com isso, beneficiará toda sociedade alagoana que depende da assistência da rede hospitalar ligada a universidade, que hoje contempla, a maternidade Santa Mônica, Hospital Hevio Auto e hospital Portugal Ramalho, além das unidades assistenciais.

O reitor complementa ainda que a diretoria da Equatorial Alagoas sempre se mostrou bastante disposta a assumir o compromisso desse investimento na Universidade: “o presidente, inclusive, não tem medido esforços para que o projeto ande rapidamente, o que nos deixa muito felizes.” afirmou o reitor.

O valor investido pode chegar a dois milhões de reais, e, mesmo tendo assumido a concessão da distribuição de energia elétrica em março de 2019, a empresa tem mostrado comprometimento com investimentos que vão ampliar a eficiência energética e contribuir com o desenvolvimento do Estado.