Covid-19: ambulantes começam a receber cestas de alimentos
15 de abril de 2020 Notícias Arthur Otávio Florentino de Lima

Ação é uma parceria entre Equatorial, Governo de Alagoas e Prefeitura de Maceió

Nesta terça-feira (14), os ambulantes cadastrados no município de Maceió começaram a receber cestas básicas e kits de higienização. A ação visa minimizar os efeitos da pandemia de coronavírus e é uma parceria entre a Equatorial Energia, a Prefeitura de Maceió e o Governo de Alagoas. Ao todo, serão entregues mais de 10 toneladas de alimentos e 1.500 kits de limpeza, até a sexta-feira (17), na Vila Olímpica Albano Franco (Sesi Cambona).

O ambulante Anastácio dos Santos Ferreira trabalha vendendo coco na orla da Ponta Verde há três anos. Ele foi o primeiro a chegar para receber o material e comenta que a ajuda será muito bem-vinda. “Minha filha abriu um canal na internet para vender o coco por lá. Mas ainda assim está muito difícil. Garantir a comida da família já me deixa mais tranquilo”.

A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) é a responsável pela logística da entrega desse material. O assessor técnico de Planejamento e Política de Segurança Pública da pasta, Louvercy Monteiro, explica. “A dinâmica está sendo tranquila e calma. Organizamos para que durante todo o dia sejam atendidos 200 ambulantes por turno. Os turnos são de 8h às 12h e das 13h às 17h. Tudo isso para evitar aglomeração e respeitar as normas vigentes”, disse.

Monteiro fala explica como os ambulantes devem proceder. “Temos uma lista com horários definidos para cada um. Pedimos que todos chequem os canais oficiais, como o site da Prefeitura, para que venha apenas na sua hora e faça a retirada do material com segurança”, finalizou.

Para acessar a lista com os nomes dos beneficiários, o dia e o horário de recebimento dos donativos de cada um basta clicar aqui.

A parceria entre as entidades se deu através do projeto Empresários do Bem. Carlos Morais, gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Alagoas, afirmou que a Equatorial aderiu ao projeto para fortalecer essa corrente. “Sabemos que com a questão da pandemia de coronavírus, os ambulantes estão muito prejudicados. A ideia é que pudéssemos trazer um pouco de conforto e ajuda. Esse é um momento importante e a empresa tem uma grande responsabilidade social”, disse.

“Na semana passada, fizemos a mesma ação com os guias turísticos, outra categoria amplamente impactada. Foram 600 cestas e 300 kits de higiene”, acrescentou Morais.

A Secretaria Municipal de Turismo também é uma das pastas envolvidas na ação. Para o secretário Jair Galvão, esses profissionais precisam de mais cuidado. “De todos os prestadores de serviços impactados pelo coronavírus, em Maceió, os ambulantes merecem uma atenção especial. Uma vez que essa categoria não consegue retirar o mínimo necessário para o seu sustento, tendo em vista as medidas restritivas necessárias à proteção do maceioense. Daí a importância dessa ação de solidariedade dos empresários de Alagoas”.

Do setor do Turismo, Ângela Félix dos Santos é artesã e expõe seu trabalho na Feirinha da Pajuçara. “Continuo produzindo meu trabalho em casa e fazendo entregas, mas fica muito mais complicado. Agora, tem que dividir o tempo com o filho que não está indo para a escola. Por isso, fiquei feliz que aqui foi rápido e com segurança”.

Secom Maceió

Fonte: http://www.maceio.al.gov.br/2020/04/covid-19-ambulantes-comecam-a-receber-cestas-de-alimentos/